Loja

Imagem Orixá Oxóssi 23cm – Resina
03/07/2019
Incenso 7 Ervas – Indiano Shankar – Caixa com 08 varetas
03/07/2019
Exibir tudo

Imagem Orixá Nanã 23cm – Resina

R$32,90R$65,00

Bela Imagem.  Resina. Super resistente.

  • 10cm
  • 23cm
Limpar

Bela Imagem.  Resina. Super resistente.

Imagem de alto padrão, rica em detalhes,  pintura de Primeira Linha, com excelente acabamento.

C a r a c t e r í s t i c a s

Imagem: Orixá Nanã.

Tipo de escultura: Religiosa

Acabamento: Feita em resina, a peça recebe acabamento padrão em tinta especial para ganhar ainda mais resistência às intempéries.

Tipo de material: Acabamento em resina de alta qualidade, não descasca e se mantém com a mesma qualidade desde a compra.

Altura: 23 cm/10cm.

Peso 3 kg
Dimensões 23 × 18 × 23 cm
Tamanhos

10cm, 23cm

História

Nanã Burukú é o orixá dos mangues, do pântano, senhora da morte responsável pelos portais de entrada (reencarnação) e saída (desencarne) das almas.

Uma as orixás mais velhas da Umbanda
Identificada no Jogo de Búzios pelos odú ejilobon e representado materialmente na umbanda através do assentamento sagrado denominado Igba Nanã. Nanã juntamente com Oxalá teve 4 filhos, os orixás, Omolú/Obaluaiê, Oxumarê, Ewá e Ossaim. Ela é dona de um cajado, o ibiri. Suas roupas parecem banhadas em sangue, orixá das águas paradas que mata de repente, ela mata uma cabra sem usar faca. Seus fios de conta são lilás e branco ou roxo.

Culto a Nanã Burukú
Ela é considerada o orixá mais antigo do mundo. Quando Orunmilá chegou aqui para frutificar a terra, ela aqui já estava. Nanã desconhece o ferro por se tratar de um orixá da pré-história, anterior à idade do ferro. O termo “nanan” significa raiz, aquela que se encontra no centro da terra. Nanã tornou-se uma das yabás (orixás femininas) mais temidas, tanto que em algumas tribos quando seu nome era pronunciado todos se jogavam ao chão.

Nanã é protetora dos idosos
Nanã é a senhora das doenças cancerígenas, está sempre ao lado do seu filho Omolú. É a protetora dos idosos, desabrigados, doentes e deficientes visuais.
Sincretismo religioso de Nanã com Santa Ana
Nanã é ligada pelo sincretismo religioso a Santa Ana, avó de Jesus, mãe de Maria Santa Ana, comemorada pela igreja católica em 26 de julho, cujo nome em hebraico significa graça, pertencia à família do sacerdote Aarão e seu marido, São Joaquim, pertencia à família real de Davi.
Seu marido, São Joaquim, homem pio fora censurado por não ter filhos.
Mas Sant’Ana já era idosa e estéril. Confiando no poder divino, São Joaquim retirou-se ao deserto para rezar e fazer penitência. Ali um anjo do Senhor lhe apareceu, dizendo que Deus havia ouvido suas preces. Tendo voltado ao lar, algum tempo depois Sant’Ana ficou grávida. A paciência e a resignação com que sofriam a esterilidade levaram-lhes ao prêmio de ter por filha aquela que havia de ser a Mãe de Jesus.
Características dos filhos da orixá Nanã
São conservadores e presos aos padrões convencionais estabelecidos pelos homens. Passam aos outros a aparência de serem calmos, mudando rapidamente de comportamento, tornando-se guerreiros e agressivos; quando então, podem ser perigosos, o que assusta as pessoas. Levam seu ponto de vista às últimas conseqüências, tornando teimosia. Quando mãe, são apegadas aos filhos e muito protetoras. São ciumentas e possessivas. Exigem atenção e respeito, são pouco alegre e não gostam de muita brincadeiras. Seus são majestosos e seguros nas ações e procuram sempre o caminho da sabedoria e da justiça.

QR Code

QR Code

Facebook

All search results
× Como posso te ajudar?